Vem ser madrinha e padrinho solidário na Escola Amigos do Verde

 Já pensou em colaborar com a formação escolar de crianças de baixa renda? Através do “Programa Apadrinhamento Solidário” da Escola Amigos do Verde, você pode se tornar padrinho ou madrinha contribuindo com os estudos de alunos carentes financeiramente das redes estadual ou municipal de Porto Alegre. A terceira edição do programa está com três vagas para o Ensino Fundamental em 2018.

Além de cooperar com a educação dessas crianças, o Apadrinhamento Solidário faz parte das práticas integrativas da Escola. Conforme a diretora da Amigos do Verde, Luna Carneiro Behrends, “o programa possibilita às crianças participantes a oportunidade de fazer parte de uma Escola transformadora que busca formar alunos reflexivos e autônomos para enfrentar os desafios do mundo, através de um currículo transdisciplinar e da interação diária com o meio ambiente”.

A família da aluna Manoela Santos Cesar, do 5º ano do Ensino Fundamental, comemora as transformações ocorridas em dois anos de estudos na Escola Amigos do Verde. “A Manoela entrou em 2016 e essa oportunidade melhorou o desenvolvimento dela e a alimentação. A Amigos do Verde é uma Escola maravilhosa!”, afirma a mãe de Manoela, Thaís Pereira Santos.

Para ser um padrinho ou madrinha é fácil. Basta entrar em contato com a Secretaria da Escola e mostrar interesse em participar do programa. As crianças, que são selecionadas pela Amigos do Verde mediante comprovação de baixa renda, podem ter mais de um padrinho ou madrinha.

Anúncios

Feirão 2017 apresenta produção dos alunos

Vem aí o “Feirão 2017”! A fim de compartilhar com as famílias a prática da educação voltada para a sustentabilidade, a Escola Amigos do Verde promove, todos os anos, o Feirão de artesanato, jogos pedagógicos e culinária integral, tudo construído e preparado pelos alunos da Educação Infantil e Ensino Fundamental. A edição de 2017 está marcada para o dia 7 de outubro, das 10h30min às 14h. Com foco na vida saudável, a feira de integração e confraternização é voltada para as famílias e aberta à comunidade. Em caso de chuva, o evento vai ser transferido para o dia 21.

Este ano, o “Brechó de Uniformes” vai somar às ações sustentáveis do evento, fazendo circular peças que ainda podem ser aproveitados por outros alunos. Famílias interessadas em participar podem trocar os uniformes em bom estado por fichas durante a semana que antecede o Feirão, na quarta e na sexta, das 17h às 18h, e na quinta, das 10h às 11h, sempre no Sofá das Flores. No sábado, basta trocar as fichas por outras peças. As peças entregues ao Brechó que não forem selecionadas por outras famílias ficarão à disposição para a próxima edição!